Igreja dos Perdões

 

A Capela de Nossa Senhora da Piedade e o Recolhimento do Bom Jesus dos Perdões foram construídos no início do século 18. Muitas alterações foram feitas posteriormente. O conjunto foi tombado pelo IPHAN, em 1943.

No início do século 18, Domingos do Rosário e Francisco Chagas ergueram uma Capela dedicada a N. Sra. da Piedade e um pequeno recolhimento sob a invocação do Senhor Bom Jesus dos Perdões. Em 1732, o arcebispo D. Luís Álvares deu-lhe estatuto, ficando o Recolhimento sob à jurisdição do Prelado Diocesano.

 

Copyright © Guia Geográfico - Patrimônios Históricos da Bahia

 

De 1789 a 1819, a Capela e o Recolhimento foram ampliados, incluindo a instalação da torre e 40 novas celas.

No século 19, funcionou o Colégio Senhor dos Perdões, como indicou um anúncio na Gazeta da Bahia, de 16 de janeiro de 1884.

No século 20, o convento sofreu mais modificações, com a construção de anexos. Em 1903, foi inaugurado o Educandário do Sagrado Coração de Jesus, em um anexo do Recolhimento dos Perdões, em regime de internato feminino. Em 1909, passou a oferecer também ensino secundário. O Educandário funcionou até 1943.

Na igreja, destaca-se a pintura do forro da nave e do segundo coro, atribuída a José Teófilo de Jesus. O prédio possui quatro pisos.

Fica na rua dos Perdões, Barbalho.

 

Interior da Capela de Nossa Senhora da Piedade.

 

Igreja dos Perdoes

 

Fachada da Igreja dos Perdões voltada para a rua dos Perdões, em 2012.

 

 

Santo Antonio

 

Salvador Bahia

 

Largo de Santo Antônio nos anos '60.

 

Capela Perdões

 

◄Igrejas da Bahia

 

 

 

Igrejas Salvador